A importância de se relatar os “quase” acidentes

Compartilhe esta publicação:

Um “quase” acidente é um evento não planejado, que poderia ter resultado em acidente grave.

Como o acidente não ocorreu, muitas vezes o incidente não é relatado, o que está errado. Este fato está em desacordo com as regras de segurança, uma vez que elas são prevencionistas. Eles devem ser sempre relatados.

Um quase acidente

Por que  é importante relatá-los?

Porque os relatos motivam os colaboradores serem pró-ativos em relação às medidas de segurança. Com essa postura, a aplicação de medidas preventivas e procedimentos se tornam mais eficazes, evitando que o “acidente” aconteça.

Mas para isso ocorrer, é importante implementar a cultura de segurança com treinamentos e conscientização para todos os colaboradores, como medida de melhoria contínua.

Esses treinamentos facilitam a compreensão da importância de ajudar o SESMT (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho) a investigar o relato de uma situação NÃO segura, para que possa verificar o que provocou este quase acidente e implementar políticas e procedimentos de segurança que evitem a ocorrência de um acidente/incidente.

Relatar um quase acidente não é denunciar, é uma medida de vital importância para prevenção de ocorrências graves ou até mesmo fatais, ainda que sejam menos frequentes.

Com a ajuda de todos, fica mais fácil de encontrar melhorias de prevenção contra riscos.

Botão CTA para saber mais sobre o Programa de Análise de Riscos da Protenge EPI Em dúvida sobre a análise de risco ideal? O departamento de Engenharia e Segurança do Trabalho da Protenge pode executar o programa de análise de riscos de acordo com cada atividade e necessidades específicas.  

Encontre o EPI ideal para você, usando o campo de busca:

Navegue pelas categorias